Tua ausência cala o mundo.
Só há silêncio debruçado nos caminhos. Nenhuma música, buzina ou voz.
Não há flores, gargalhadas, trovões ou gritos. Apenas relâmpagos imaturos que acendem um céu sem lua, sem estrelas, sem chuvas ou qualquer coisa que me tire a atenção da tua falta.
Tua ausência cala o mundo, o mar, os ventos.
Tua ausência desaba silenciosamente sobre meus dias.
Tua ausência é essa substância densa.
Tua ausência é tão presente que é pessoa... e me abraça...


Meu filho, sem você sou apenas metade de mim.

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

A 6 meses um pedaço meu foi morar no Céu

video

Meu filhinho, 6 meses... não consigo acreditar que estou conseguindo suportar cada um destes dias.
Cada dia que a mamãe acorda, a mamãe pensa: "Mais um dia...". Sim, é mais um dia que vai passar e com isso mais um dia que estarei perto de você.
Quando somos mães e ouvimos histórias de pessoas que perderam filhos sempre pensamos:" Eu imagino o que ela sente..." Mas filho, a dor é MUITO pior do que podemos imaginar. É sufocante, dilacerante, torturante... como se algo tentasse arrancar seu coração para fora do corpo. Uma sensação de total desespero.
Mas Deus tem sido bom conosco, nos fazendo enxergar o caminho certo para procurarmos alento para esta dor tão insuportável. Nestes seis meses foram muitas explicações, revelações mas sobretudo muito entendimento de todos os porquês que rondam uma tragédia como esta.
Eu sei e sinto que você está bem meu amor, e por isso a mamãe tenta afastar a tristeza quando ela aparece, tentando esquecer dos seus últimos dias, que foram tão sofridos, e lembrando só dos momentos lindos e felizes que tivemos juntos.
Nós fomos muito felizes. Você veio para completar nossa família e encheu esta casa com tanto amor, com tanta alegria, que é impossível não sentir sua falta em cada segundo dos meus infinitos dias sem você.
Hoje a mamãe foi ao cemitério levar flores para você, orar a Deus que te proteja aí em cima, que nos ajude a continuar encontrando forças para seguir nossas vidas. Mas sei que nem precisava te contar, você certamente estava ali me amparando.
Meu bebê, tudo que a mamãe deseja é que você esteja aí sem dor, sem sofrimento e que me espere... para o dia em que, enfim, poderei estar aí ao seu lado.
Te amo, com todo o meu coração.
Mamãe

6 comentários:

  1. Saudade infinita, amor eterno!

    Dinda

    ResponderExcluir
  2. Que Deus conforte a cada dia você e sua familia,pois sei como é insuportavel esta dor,todas as noites peço a Deus que me de forças para aguentar.não só forças pra mim,como para todas a mães que como eu e você passamos por isso.Deus abençoe todos vocês.bjs

    ResponderExcluir
  3. Saudades do nosso guerreiro!!! Ele deixou um legado de felicidade e de persistência que sempre carregaremos em nosos corações!! ..AMOR ETERNO

    BJOSSS

    BETO

    ResponderExcluir
  4. Queridos

    Passei no blog para rever o sorriso do nosso querido Felipão, se meu coração ainda dói, imagino o de vocês...
    não tenho palavras... apenas um grande e carinhoso abraço para voces,

    Épi

    ResponderExcluir
  5. Que fofo!!!
    Me lembro muito bem quando o Fê começou na escola. Como vc deve imaginar o berçário é a sensação da escola, e no inicio eu sempre confundia o Gabriel com o Felipe...rsrsrs. ambos muito queridos por todos.....

    ResponderExcluir
  6. Oi Ana,

    Eu fiz uma homenagem para o Felipe no nosso site padrinhosespeciais.com.br no cantinho da saudade, espero que não se importe pois ele foi um menino muito especial para ser esquecido.

    Beijos e fique com Deus,

    Cléa Melo e Familia.

    ResponderExcluir